FANDOM


al'Tawotan, no início Editar

T
Lsa.jpg

À esquerda, Tawotan, posteriormente al'Tawotan, a Luz, e à direita, Arddhu Mon, a Sombra. Por mais que sejam gêmeos, ambos não são iguais.

awotan, segundo os versos dos Cânticos dos Cânticos, era o nome do Ser Divino que criou o Tempo, a Roca da Fortuna, o Universo, a Vida e a Morte. Porém depois de criar a Vida, o seu nome recebeu o prefixo al' que na língua élfica remete a Deus Único, ficando al'Tawotan.

al'Tawotan era gêmeo do ser Arddur Mon, porém ambos não eram iguais.

"Do Nada surgiu dois seres gêmeos entre si: Tawotan, a Luz; e Arddhu Mon, a Sombra. Eles eram gêmeos, mas não semelhantes e nem iguais. Um trazia consigo a paz e o amor, tornando-se pai da Sabedoria, outro emanava ódio e caos, e era o pai da mácula da Insensatez." (Cânticos dos Cânticos, prosa I)

Ele é o Deus do Tudo. Capaz de conter o Tempo e de fiar a Roca da Fortuna. Reside nos Palácios de Luz, no Céu do Éter, e de lá ele ilumina todo o Universo com sua Graça e Luz.

A cada nível os Céus ficam menos iluminados pela Graça de al'Tawotan. O Céu de Éter é a grande fonte de Luz que jorra para os demais céus inferiores.
All-seeing-eye-triangle-god-symbol-omniscience.png

O Olho de al'Tawotan, é o simbolo maior de seu esplendor sobre o Reino

No segundo nível ficam os Céus da Sabedoria e da Misericórdia, logo abaixo fica o nível dos Céus do Esplendor, da Justiça e do Temor. Por fim, no quarto e último nível, há o Céu da Fundação, que era o céu onde a Luz se torna mais fraca e mais sólida. Todos os Céus se interligam, todos os níveis se interligam como um só Céu, chamado de O Reino.

O Reino é simbolizado por um triângulo de ponta-cabeça, em que a Luz parte da base superior, representando o Céu de Éter, e vai enfraquecendo até chegar na ponta inferior, representando o Céu da Fundação. A presença constante de al'Tawotan por todo o Reino é simbolizado pelo olho ao meio, O Olho do Esplendor.

Vanir e Aesir Editar

Segundo a Religião Wotânica, que compreende os homens, os anões e os elfos, al'Tawotan é um Ser Divino assexuado, embora ele emane em sua Luz e Glória vibrações masculinas e femininas, o que permite a criação da Vida.

Portanto para esses povos al'Tawotan é representado por um Homem e uma Mulher, simbolizando as forças da Vida e da Natureza. Sob o aspecto feminino al'Tawotan recebe o nome divino de Vanir, mãe da Vida, do Dia, da Fertilidade, da Água e da Terra. E sob o aspecto masculino al'Tawotan recebe o nome divino de Aesir, pai da Morte, da Noite, da Fertilidade, do Fogo e do Ar. Os homens, os anões e os elfos, embora partilhem da mesma fé, enxergam de maneiras diferentes a Deusa Vanir e o Deus Aesir.



Para os Homens Editar

Para os homens, tanto a Deusa Vanir, quanto o Deus Aesir se apresentam como Deusa Vanir de Rusxel e Deus Aesir de Ruxsels, Rainha e Rei dos Três Continentes (Isen, Melamare e Cárceres). Seus cultos podem serem realizados de forma separada, como também juntos, quando se quer celebrar a Fertilidade da Vida.

Segundo os relatos da Era do Ouro descritos nos Cânticos dos Cânticos, nas margens do Rio dos Nove Caminhos al'Tawotan aparecera aos homens nas formas de Aesir e Vanir, ambos trajados como rei e rainha. Nesta grandiosa aparição os dois guiaram a humanidade para povoar a Terra de Mizar, fundando os Doze Reinos da Era do Ouro.

Logo os homens, tomaram para seus cultos as imagens hermenêuticas de Aesir e Vanir trajando roupas e mantos reais, ostentando uma coroa dourada em suas cabeças.


Para os Anões Editar

Sob a visão dos Anões pouco se sabe sobre seus cultos a Aesir e Vanir, mas sabe-se que para eles ambos são retratados com aparência hostil, empunhando espadas e trajando armaduras para o combate. São chamados pelos Anões de Deus Aesir de Kanhundir e Deusa Vanir de Kanhundir.


Para os Elfos Editar

Aphrodite adac40-dd79c.jpg

al'Tawotan, representado por Aesir e Vanir, sob a visão élfica

Ao contrário dos Homens, os Elfos não os cultuam individualmente, pois para eles Aesir e Vanir não podem agir separadamente, um complementa o outro, ambos formam al'Tawotan. Eles cultuam os dois deuses com a aparência nua, celebrando a beleza e as diferenças das forças masculina e feminina da Vida.

Os Elfos são os únicos em seus cultos que utilizam magia, eles acreditam que dessa forma eles celebram a plenitude das forças da natureza.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória